O QUE APRENDI DA SOCIEDADE BRASILEIRA CATANDO BOSTA DE CACHORRO ?

O que aprendi da Sociedade Brasileira catando bosta de cachorro ?


Reconheço que fiquei admirado e ao mesmo tempo com vergonha da atitude dos japoneses limpando o estádio em Recife mesmo após terem sido derrotados e também a atitude dos alemães limpando a praia de Copacabana no FIFA FUN FEST.
japoneses_alemaes
O Brasil é reconhecido mundialmente pela sua higiene pessoal, banhar-se todos dias, nas clínicas de depilações no mundo agora é só está escrito brazilian que os “gringos” sabem que será de boa qualidade. Dentro dos apartamentos, das casas dos brasileiros é super limpo. Podemos dizer que o brasileiro tem até uma certa obsessão pela limpeza.
apartamentos limpos
Ai me perguntei.
Porque somos tão limpos, nossas casas tão limpas e arrumadas e :
Porque nossas cidades são tão sujas ?
Porque as praças de vários bairros estão com matagal ? 
Porque depois de uma festa, depois do carnaval as ruas parecem um esgoto a céu aberto de tanto lixo acumulado? 
Porque vários pontos de ônibus estão depredados ?
Porque os marginais quebram tudo em manifestações e nós “pacíficos” que organizamos as manifestações não fazemos nada, deixamos eles quebrarem tudo que foi gasto com nosso dinheiro, tem 30 mil “pacíficos” e 200 marginais , porque os 200 marginais tem mais força ?
cidades sujas
E tem vários “Porquês” que não dá para elencar todos aqui, senão ficaria muito grande o post. Então inspirado nas atitudes dos nossos irmãos japoneses e alemães resolvi sair dos porquês teóricos e fazer um experiência prática.
Todos dias de manhã saio com meu cachorro para dar uma voltinha, e sempre que saímos ele faz cocô, eu recolho e coloco numa sacolinha plástica e jogo no lixo. Mas no percurso que sempre faço tenho que ficar desviando de bosta de cachorro dos donos que não recolhem e deixam por ali na rua.
E dia após dia agia assim, via uma bosta, desviava e passava , desviava e passava. Mas hoje resolvi fazer diferente, resolvi que iria catar todas botas de cachorros que encontrasse, levei uma pazinha e uma sacola. Assim na prática talvez eu consiga entender melhor porque nós brasileiros somos tão limpos em casa e sujos na rua.
bosta de cachorro1
Dificuldade encontradas na experiência:
1 – Medo do ridículo – Sempre que eu via uma bosta no chão e estivesse vindo alguém, eu pestanejava em abaixar logo e catá-la e se quem estivesse vindo então fosse mulher  toda bonitinha e limpinha com cabelos molhados indo para o trabalho, eu pestaneja mais ainda, pois quando passa uma mulher assim tenho que estar com o peito estufado, barriga pra dentro para me parecer foda.
Porque ? A sociedade brasileira, bem diferente da educação oriental e da Europa existe um apologia exagerada ao belo e a juventude e um descarte ao feio, ao velho. E nós estamos condicionados a reagir assim, então qualquer atitude que nos rebaixe, a evitamos. Então fazer algo em prol da sociedade que me colocará numa situação que possa parecer ridículo aos olhos dos outros é sempre evitada por nós brasileiros, pois temos uma extrema preocupação com nossa postura social, e nossa aparência pessoal.
medo do ridiculo
2 – Constrangimento  – Eu sabia que estava fazendo o certo, mas esse certo não é uma coisa comum, então gera um constrangimento de não está se comportando conforme um padrão social que estamos inserido.
Porque ?  Fazer algo em prol da sociedade sempre gerará constrangimento. E por exemplo, fazer uma passeata é fácil, porque ali tem centenas de pessoas fazendo o mesmo, então na realidade é considerado legal, pois não estou sozinho. O constrangimento na sociedade brasileira é gerado na situação em que  vemos algo “errado” e não agimos instantaneamente por ficarmos constrangidos de sermos os únicos a ser importar com aquilo naquele momento. Estamos acostumados a reduzir mentalmente nossas indignações sociais e assim não agimos para não nos constranger, nem constranger os outros e continuarmos bem aceito no grupo.
bullying-constrangimento
3 – Melhor deixar pra lá  – teve alguns momentos que tinha acabado de recolher algumas bostas e logo em seguida já havia outras e eu já havia colocado a pazinha dentro da sacola e então pensava, “Melhor deixar pra lá”, amanhã eu pego essa. O nome “técnico” desse deixar para amanhã chamasse PROCRASTINAÇÃO. Bem comum no nosso país.
Porque ?  Esse é nosso esporte favorito, é mais popular do que o futebol. Ahh , é melhor deixar pra lá ! Porque vou me incomodar com isso, todo mundo faz, eu não vou mudar o mundo. Fomos ensinados pelo exemplo dos nossos pais em deixar pra lá, e eles aprenderam isso dos seus pais e assim continua,  de geração em geração ignorando todo e qualquer tipo de mazela que poderíamos mudar se tivéssemos atitude e coragem em agir.
procrastinacao
4 – Perto de casa era pior – Qdo eu estava chegando próximo do prédio que moro, a dificuldade em abaixar e catar a bosta era muito maior, pois como ali poderia ter alguém que me conhecia, me gerava uma insegurança de pensar o que eles podem pensar. O que o maluco do Tales está fazendo ali catando bosta pra todo lado, será que surtou ? hee.
Porque ? – Velho ditado : “Santo de casa não faz milagre”, praticamos essa máxima com vigor. Nós brasileiros já somos constrangidos em fazer algo em prol do social normalmente, mas se isso for  no lugar que você nasceu, perto dos seus familiares, amigos e conhecidos, se torna muito mais difícil. Porque ? não sei … Acho que talvez seja pelo medo de estar fazendo algo que essas pessoas tão próximas de nós nunca fizeram e talvez fiquemos com  receio de constrangê-los por estar fazendo algo que eles nunca se importaram. Então não queremos incomodar a consciência de nossos conhecidos, familiares, amigos. Somos menos conscientes socialmente no nosso território do que quando estamos fora do nosso ambiente de conforto.
constrangimento
5 – Medo das críticas ao divulgar– Fiquei pensando, vou falar disso e divulgar na internet ? Mas podem pensar que estou querendo “tirar onda“, que quero me parecer um cara consciente dos problemas do mundo, que quero virar os holofotes pra mim.
Porque ?  – Isso é comum, pois ás vezes por falsa humildade, pensamos: Não vou falar de algo que fiz pra ajudar, porque eles pensarão que eu só quero me “gabar”, só quero aparecer. Temos medo do olho ferrenho da crítica.  Então também é uma atitude de nossa sociedade brasileira ter o prazer e a alegria de divulgar piadinhas da internet, “vídeos cassetadas”, divulgar boas ações dos outros, mas nossas  próprias boas ações ficamos receosos em divulgar, pois isso pode parecer “tirar onda” aos olhos dos outros. Mas temos que entender que só divulgando boas ações, só escancarando isso aos quatro cantos que poderemos inspirar outras pessoas a fazer também e assim talvez consigamos através da divulgação arrastar uma quantidade de pessoas a fazerem sua parte e um pouquinho mais e também consigamos modificar nossa sociedade e assim nossos filhos nascerão vendo esses exemplos e quem sabe no futuro não seja um brasileiro fora do país a limpar o estádio de futebol numa Copa do Mundo.
medo de criticas


Fonte:http://yogui.co/o-que-aprendi-da-sociedade-brasileira-catando-bosta-de-cachorro/

Postagens mais visitadas deste blog

JARDIM VERTICAL : PAREDES VIVAS,COMO SOLUÇÃO PARA OS TEMPOS MODERNOS

PLANTAS COMPANHEIRAS E PLANTAS ANTAGÔNICAS : ALELOPATIA

XINGU : O PARQUE NACIONAL INDÍGENA DO XINGU